Franquia de Sapatilhas Femininas: Como montar a sua?

Franquia de Sapatilhas Femininas

Você sonha em ter uma franquia de sapatilhas femininas?

A ideia é excelente! Afinal, mulheres são loucas por sapatos!

Mesmo aquelas que têm o orçamento sob controle, não dispensam a compra de um calçado da moda.

É um segmento que se mantém firme até em época de crise.

Neste ramo, o comércio de sapatilhas femininas é uma forte tendência.

E o modelo de negócio de franquia de sapatilhas femininas vem se expandindo com sucesso.

A franquia de sapatos femininos é uma opção de negócio lucrativo.

 

Como montar uma franquia de sapatilhas femininas?

A palavra-chave é planejamento!

Você pode ler mil e uma informações sobre empreendedores de sucesso no ramo de calçados femininos, mas estas experiências servem apenas como fonte de pesquisa e inspiração.

O que vale mesmo é o seu próprio planejamento.

Você tem que escolher uma franquia adequada ao mercado. Para isso, você tem que fazer o planejamento.

 

Aprenda tudo aquilo que ninguém lhe conta sobre Franquias

 

Perfil de empreendedor

Muita gente sonha em ter um negócio, mas, na prática, nem todas alcançam o sucesso.

Por que? Não tem perfil empreendedor.

Se você quer montar uma franquia de sapatilhas femininas, avalie seu próprio perfil.

Montar uma empresa exige muita habilidade comercial e disposição de tempo para gerenciar o negócio, trabalhar nos finais de semana e até em feriados, nervos de aço para suportar todas as dificuldades inerentes a qualquer tipo de empreendimento comercial.

Você tem que amar o que faz para o negócio dar certo.

Não escolha uma franquia pensando somente no lucro que terá, mas uma marca com a qual você se identifica e acredita.

 

Pesquisa de mercado

Mulheres não dispensam a compra de um calçado da moda.

Não é à toa que as sapatilhas femininas fazem tanto sucesso. É um calçado confortável, prático e versátil.

A diversidade de modelos é imensa, para todas as ocasiões e estações do ano. De qualquer maneira, faça a pesquisa de mercado.

Levante informações socioeconômicas como o perfil do consumidor, comércio varejista de calçados femininos, características de concorrentes em potencial.

O conhecimento sobre o mercado é vital para o sucesso de qualquer empreendimento, mesmo para uma marca de franquia bem posicionada.

 

Análise de franquias

No mercado, há diversas franquias de sapatilhas femininas, como a Mil e Uma Sapatilhas, Sapatilha na Sacola e Anacapri, só para citar alguns exemplos de marcas bem-sucedidas.

Você tem que escolher uma franquia adequada ao perfil do consumidor do mercado onde pretende atuar.

Por isso, é importante fazer a pesquisa de mercado. Com isso, você mantém o foco em franquias de sapatos femininos mais apropriados ao público-alvo.

Você pode, por exemplo, escolher três marcas para fazer uma análise comparativa, sem perder de vista as características de sua região.

Os produtos e os preços das mercadorias têm que satisfazer as necessidades e desejos do consumidor.

Daí a importância da pesquisa de mercado.

 

Franquia Mil e Uma Sapatilhas

 

Estude a Circular de Oferta de Franquia

A Circular de Oferta de Franquia contém as informações gerais sobre:

  • número de franquias ativas e desativadas;
  • a relação de franqueados;
  • processos judiciais existentes contra a franqueadora;
  • projeções de investimento inicial;
  • faturamento;
  • taxa de franquia e royalties que o franqueador terá que pagar à marca;
  • entre outros dados sobre a rede de franquia.

É importante obter o máximo de informações sobre as marcas pesquisadas para tomar uma decisão com mais segurança.

 

Conheça a Lei de Franquia

Existe legislação específica regulando o mercado brasileiro de franquias.

Esta informação é indispensável ao planejamento.

Caso você tenha dificuldade para compreender os dispositivos legais, consulte um advogado ou contador para mais esclarecimentos, sobre direitos e obrigações de ambas as partes (franqueador e franqueado).

 

Converse com franqueados da marca

Faça uma pesquisa informal de opinião junto aos franqueados.

É importante conhecer a experiência de outros empreendedores. Por isso, não hesite de ir às lojas.

Conversando com franqueados você terá mais informações sobre as dificuldades iniciais, relacionamento com a matriz, vantagens, benefícios e desafios do negócio.

 

Avalie suas condições financeiras

Um capítulo extremamente importante do plano de negócio é a planilha financeira.

Afinal, a franquia tem que caber no seu bolso, ou seja, você tem que escolher uma marca baseada em sua capacidade financeira para arcar com o investimento inicial e demais custos.

Lembre-se: o retorno da maioria dos investimentos leva, no mínimo, 24 meses.

A Circular de Oferta de Franquia informa a estimativa de investimento inicial, capital de giro, faturamento mensal, retorno do investimento, lucratividade, entre outros dados financeiros.

Se você não possui muito conhecimento sobre gestão financeira, capacite-se!

A franquia é um modelo de negócio testado e aprovado, porém, o sucesso do empreendimento depende muito da capacidade de gestão do franqueado.

 

Ponto comercial

A escolha do ponto comercial é outro item que merece muita atenção.

O local para montar a franquia de sapatilhas femininas deve ser adequado ao perfil do empreendimento e do público.

Não escolha um ponto comercial baseando-se somente pelo valor do aluguel!

A franquia tem que funcionar em local onde há fluxo de potenciais consumidores.

Além disso, o local tem que ser apropriado ao arranjo físico e layout da marca escolhida.

Considere também a acessibilidade e visibilidade da loja, mesmo dentro de um shopping center!

A experiência positiva do público com a localização e a estrutura da loja faz parte da jornada de compras.

Por isso, pense em cada detalhe para encantar seus clientes.

 

Gestão de varejo

Como disse, a habilidade comercial é importantíssima para quem deseja ter o próprio negócio.

Porém, mesmo que você tenha talento nato para os negócios, é fundamental capacitar-se para gestão de varejo.

A franquia é um modelo pronto, mas o franqueador não vai administrar a sua loja.

Por isso, você tem que compreender como funciona a gestão de varejo, participando de cursos, treinamentos e palestras.

Informe-se com as marcas pesquisadas quais oferecem esse suporte, mas não deixe de buscar capacitação extra junto aos núcleos do Sebrae, associação comercial, instituições de ensino à distância, entre outros meios.

Você tem que se preparar para administrar a empresa, ainda que contrate profissionais para funções estratégicas, tais como a gestão financeira, recursos humanos e marketing.

 

Gostou dessa dica? Compartilhe e leia outros posts no blog!

 

checklist-ponto-comercial-banner

Maria Luiza Brufatto
Maria Luiza Brufatto
Palestrante, Especialista em gestão de vendas, com forte atuação no comercial de empresas nas áreas de Varejo, Arquitetura e Construção Civil, Indústria, Atacado e Franchising.

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CANSADO DE CONTEÚDOS SUPERFICIAIS?

Receba conteúdos e materiais REALMENTE ÚTEIS sobre franquias

Fique tranquilo, não faremos SPAM e nem venderemos seu email.