Como adquirir uma franquia que cabe no seu bolso

Como encontrar a franquia que cabe no seu bolso

Entenda quais são os custos reais do negócio e saiba como se preparar para fazer esse investimento

Variedade de opções de franquias

São mais de 2,7 mil redes de franquias diferentes disponíveis no mercado hoje, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF). Com tantas opções, não é tarefa fácil escolher em qual investir e estudar como adquirir uma franquia. O mercado de franquias no Brasil é cada vez mais democrático. Há 20 anos, para virar franqueado de uma rede era preciso investir economias de toda uma vida em marcas consolidadas. Hoje, há franquias de 5 mil a mais de 2 milhões de reais para agradar a todos os bolsos.

Investimento Inicial

Diferente dos negócios independentes, as franquias têm investimentos iniciais quase sempre previsíveis. O valor divulgado pelas marcas costuma incluir taxa de franquia e os custos de implantação, como equipamentos e reformas. “Além das despesas de qualquer negócio, como aluguel, salários, impostos, matéria-prima, investimento em marketing e capacitação, é preciso pagar os royalties ao franqueador”, explica Marcelo Pimenta, professor da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM).

Este investimento inicial é o valor pago também para poder replicar a fórmula do negócio e usar uma marca já conhecida. É por isso que muitas vezes redes do mesmo segmento podem ter investimentos bem distintos. “Na Circular de Oferta de Franquia deve estar todo o valor de investimento e o retorno previsto”, diz Leandro Reale Perez, professor da Faculdade de Administração da Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP). Vale lembrar que o investimento inicial não inclui o ponto comercial, que costuma dobrar o valor total de investimento.

Capital de Giro para a franquia

Além das taxas de franquia e de royalties, o franqueado deve estar preparado com capital de giro para os primeiros meses. “O fluxo de caixa é o combustível da empresa. Sem ele a empresa morre. Muitos empresários acham que precisam de capital apenas para instalar a empresa, mas a sugestão é que sejam previstos pelo menos seis meses de fluxo de caixa para qualquer imprevisto”, indica Pimenta.

Para descobrir qual a franquia que cabe no seu bolso é essencial fazer um bom planejamento financeiro antes de escolher. “É importante uma estimativa o mais realista possível, pois demorar seis meses para chegar no ponto de equilíbrio, por exemplo, pode ter resultados devastadores”, indica Alessandro Saade, professor da Business School São Paulo (BSP).

O mais recomendável é que o empreendedor tenha de duas a três vezes o valor divulgado de investimento inicial para investir. Assim, se ele tiver 600 mil reais, deve procurar uma rede com investimento entre 200 mil e 300 mil e não uma marca de 500 mil, que vai consumir todo o capital e pode quebrar em pouco tempo. “A melhor situação seria conseguir ter uma poupança que seja capaz de cobrir os custos de implementação do novo negócio e garantir o fluxo de caixa nos primeiros seis meses”, diz Pimenta.

Controlando as finanças

Um erro comum é o empreendedor de primeira viagem misturar as finanças pessoais com as finanças da empresa e esquecer que enquanto a empresa não decola ele tem que sobreviver e pagar as contas pessoais todos os meses. “A empresa deve sempre ter uma reserva. Sendo uma franquia, essa orientação vem no treinamento, na capacitação inicial”, indica Saade.

Para quem não tem todo o capital inicial, existem várias linhas de financiamento para investir em franquias. Geralmente, as redes fazem acordos com instituições financeiras para facilitar o acesso ao crédito. Para os especialistas, é recomendável financiar até 30% do capital necessário.

O perfil das franquias por faixa de investimento

faixa-investimento-1
Franquias por R$ 50 mil

Nesta faixa, estão as microfranquias, que costumam ter investimento de até 80 mil reais. São franquias que podem não exigir ponto comercial e serão tocadas com dedicação total do empreendedor. O retorno destes negócios está totalmente ligado ao desempenho do franqueado, que geralmente trabalha sozinho.

faixa-investimento-2
Franquias por R$ 100 mil

Até 100 mil reais, já é possível encontrar franquias que exigem entre dois e cinco funcionários e oferecem serviços, como limpeza e aulas particulares. Essas franquias podem exigir ou não um ponto comercial, vai depender da natureza da atividade.

faixa-investimento-3
Franquias por R$ 250 mil

As franquias com investimento na casa dos 250 mil reais costumam ter equipes maiores e podem ser abertas em shoppings. Nesta faixa, estão algumas redes de estética e acessórios, por exemplo.

faixa-investimento-4
Franquias por R$ 500 mil

A partir de meio milhão de reais, estão as franquias mais robustas, com marcas bastante consolidadas e operações mais complexas, que podem exigir mais maquinário, por exemplo.

faixa-investimento-5
Franquias por mais de R$ 1 milhão

No clube do milhão estão boa parte das redes estrangeiras e bastante conhecidas, como as gigantes lanchonetes de fast-food. Lojas de roupas e calçados e hotéis também entram nesta faixa, que não costuma exigir presença do franqueado integral, desde que ele tenha um gerente responsável pela operação.

FranquiAZ
FranquiAZ
Consultoria especializada em Expansão (atendimento dos investidores, apresentação e negociação das franquias); Eventos de prospecção de investidores; Divulgação de oportunidades de negócios; Suporte de identidade visual, marketing e comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CANSADO DE CONTEÚDOS SUPERFICIAIS?

Receba conteúdos e materiais REALMENTE ÚTEIS sobre franquias

Fique tranquilo, não faremos SPAM e nem venderemos seu email.